Nossos Cirurgiões Voluntários

Crew photo for Mercy Ships U.K. LID0805_PATSURGMFAX_1139CAMARA_DB048 BED0902_SHIPARRBENIN_DRJOSE_DB89Dr. Gary Parker é o cirurgião-chefe no M / V África Mercy. Ele é um cirurgião maxilo-facial originalmente dos Estados Unidos que recebeu sua certfificação no País de Gales, Reino Unido e aproximadamente há 30 anos vem ajudando com realizações de cirurgias gratuitas para muitas pessoas com necessidades por todo o mundo.

Para cirurgias de lábio leporino e também grandes remoções de tumores exige a necessidade de um grande aprimoramento técnico que vem evoluindo ao longo dos anos. Em nações desenvolvidas cirurgiões não tem que lidar com tais tumores grandes, porque os pacientes recebem cirurgia precocemente, enquanto tumores ainda são pequenos. Mas nos países em desenvolvimento, os tumores são normalmente maiores pois não existe ajuda disponível ou quando existente são procedimentos caros para a maioria das pessoas e assim os tumores continuam a crescer.

No entanto, muitos dos nossos cirurgiões não podem dedicar mais do que algumas semanas por ano. O fato de que o navio dispõe de modernas instalações médicas permite que os tratamentos sejam eficazes, mesmo quando realizados em um curto período apenas de algumas semanas. Instalações cirúrgicas modernas, ambientes limpos e bem equipados, claro, em conjunto com electricidade, água e suprimentos confiáveis de oxigênio, permite que estas operações podem ser realizadas de forma segura.

Importante saber que o navio proporciona aos nossos voluntários um ambiente seguro, com alimentos selecionados, água potável e ar condicionado o que permite que portas e janelas sejam mantidas fechadas, mantendo distante os desagradáveis mosquitos da malária.

Nossa equipe é formada por pessoas de 40 países, assim como cirurgiões bucomaxilofaciais, precisamos também de oftalmologistas, ginecologistas, ortopedistas, cirurgiões plásticos e também gerais, assim como anestesistas.

A lista não pára por aí, precisamos de muitos outros voluntários do setor médico, como enfermeiros, técnicos de laboratório, técnicos de equipamentos biomédicos, radiologistas, etc. E lembramos que com uma tripulação de 370 a bordo mais de metade deles são profissionais necessários apenas para manter o navio em andamento e fornecer todos os serviços, pois um hospital não pode parar de funcionar; assim, precisamos também de engenheiros navais, oficiais, chefs, especialistas em TI, eletricistas e soldadores só para citar alguns.

Para mais informações sobre trabalho voluntário click here!